economia

A Cuesta Paulista e a Economia Criativa

Conhecida pelas belezas do patrimônio natural, pelas Festas tradicionais, pelos Festivais e por renomados artistas da Música, a região da Cuesta caracteriza-se por uma veia artística e cultural pulsante e por isso, com potencial e diversidade para o desenvolvimento econômico e social, por meio da Economia Criativa e de ações de fomento ao Turismo.

Para isso, era preciso entender o perfil e a dinâmica de atuação dos profissionais e empreendedores criativos e culturais, para viabilizar a criação de um plano estratégico capaz de potencializar a geração de trabalho e renda e promover o desenvolvimento regional.

Participaram do estudo os seguintes municípios: Anhembi, Areiópolis, Avaré, Barra Bonita, Bauru, Bofete, Botucatu, Conchas, Itatinga, Lençóis Paulista, Pardinho, Paranapanema, Pratânia, São Manuel, Torre da Pedra, entre outros.

O Mapeamento da Economia Criativa – Custa Paulista é uma realização do Instituto Jatobás, Organização da Sociedade Civil sem fins lucrativos, que atua no município de Pardinho desde 2005, promovendo ações para o desenvolvimento sustentável local e tendo a cultura e o empreendedorismo como eixos estratégicos de investimento.

Pessoas

Agentes da economia

Território

Oportunidades e os desafios da Economia Criativa Regional

Economia

Impactos da Pandemia de Covid-19

Amostra: 232 respostas

agentes

Quem são os agentes da cadeia produtiva

52% homens e 47% mulheres e em sua maior parte jovens de 18 à 34 anos

Municípios

36% Botucatu, 16% São Manuel, 9% Avaré, 8% Pardinho, 31% Outros.

6 em cada 10 respondentes possuem ensino superior completo. 66% deles se graduou em cursos, ligados a artes e/ou cultura
agentes

Quem são os agentes da cadeia produtiva

52% homens e 47% mulheres e em sua maior parte jovens de 18 à 34 anos

Municípios

36% Botucatu, 16% São Manuel, 9% Avaré, 8% Pardinho, 31% Outros.

6 em cada 10 respondentes possuem ensino superior completo. 66% deles se graduou em cursos, ligados a artes e/ou cultura
inserção

Inserção na cadeia produtiva

44% dos respondentes atuam tanto como artistas como agentes da cadeia produtiva
Eles possuem, em sua maioria, CNPJ para atuar na área artística/cultural
Qual a atuação desses profissionais?
44% dos respondentes atuam tanto como artistas como agentes da cadeia produtiva
Eles possuem, em sua maioria, CNPJ para atuar na área artística/cultural
Qual a atuação desses profissionais?
atuação

ONGs, casas de espetáculos e editais públicos são os principais espaços/meios de atuação profissional

82% consideram a atividade artística/cultural uma profissão

Hoje, 47% dos respondentes afirmam que a maior parte de sua renda não vem da atividade artística/cultural. Porém, 89% gostariam que a maior parte viesse desta atividade e 2/3 que fosse exclusivamente dessa atuação.

Ainda assim, sentem que quase não há oportunidades na área onde moram.

atuação

ONGs, casas de espetáculos e editais públicos são os principais espaços/meios de atuação profissional

82% consideram a atividade artística/cultural uma profissão

Hoje, 47% dos respondentes afirmam que a maior parte de sua renda não vem da atividade artística/cultural. Porém, 89% gostariam que a maior parte viesse desta atividade e 2/3 que fosse exclusivamente dessa atuação.

Ainda assim, sentem que quase não há oportunidades na área onde moram.

impacto

Impactos da pandemia

O impacto da pandemia foi fortemente sentido pelos profissionais da Economia Criativa da região. 78% afirma que o impacto foi negativo e apenas 12% positivo. As iniciativas de apoio foram divulgadas, mas nem todos conseguiram se beneficiar.

Que tipos de apoio você teve conhecimento durante a pandemia?
Você se beneficiou de alguma delas? Quais?
sustento

A maioria dos beneficiados pelas iniciativas de apoio a artistas considera que as ações não foram totalmente suficientes para garantir seu sustento.

Novos Canais

Na busca de continuar suas atividades, eles procuraram plataformas para realizar eventos on-line.

download

Baixe gratuitamente a publicação completa

    to top