Inscrições para o Programa de desenvolvimento empreendedor Realiza Cuesta

BannerBlog RealizaCuesta

Do dia 22 de setembro até 12 de outubro de 2021 estão abertas as inscrições para a 2ª edição do Realiza Cuesta, programa desenvolvido pelo Instituto Jatobás com o intuito de fortalecer a cena empreendedora da região da Cuesta Paulista.

O programa tem como objetivo apoiar empreendedores por meio de uma jornada integrada, aliando o aprimoramento de competências e habilidades técnicas e de negócios ao desenvolvimento do potencial humano e conexão em rede. A nova edição conta novamente com a parceria do SEBRAE e apoio do Polo Cuesta, que promoverá encontros com seus especialistas e trará conteúdos focados em negócios e empreendedorismo.

Os participantes selecionados terão acompanhamento durante seis meses sobre os temas de marketing e comunicação, jornada do cliente, gestão financeira, modelos de negócios, pesquisa de mercado, portfólio, entre outros. Os encontros contarão com oficinas coletivas, consultorias individuais e conversas com atores do ecossistema empreendedor e de inovação.

Ao final, os negócios receberão aportes entre R$1.500 e R$5.000, de acordo com a sua evolução durante o período do programa. A avaliação de desenvolvimento será realizada por uma Comissão Avaliadora que fará a análise de todos os negócios no início e ao final da jornada, julgando assim quais tiveram maiores evoluções durante o período.

Quem pode participar

Podem se inscrever para o processo seletivo pessoas físicas ou jurídicas que empreendem soluções com sustentabilidade financeira e em estágio inicial (em teste / início de vendas) e que contribuam com o fortalecimento da cadeia da Economia Criativa e com a valorização cultural. Também é necessário que atuem em um dos seguintes segmentos:  música; produção cultural e eventos; teatro, circo e dançae artesanato.

Os interessados devem, obrigatoriamente, ser residentes e/ou ter negócio localizado em um dos seguintes municípios da região da Cuesta Paulista: Anhembi, Areiópolis, Avaré, Bofete, Barra Bonita, Botucatu, Conchas, Itatinga, Lençóis Paulista, Paranapanema, Pardinho, Pratânia, São Manuel e Torre de Pedra.     

A participação será gratuita aos selecionados. As inscrições seguem até o dia 12 de outubro de 2021 e não haverá prorrogação. Acesse o site para conferir o regulamento completo e fazer sua inscrição: bit.ly/realizacuesta2021 

Evento apresenta pela primeira vez o cenário da Economia Criativa da região da Cuesta Paulista

evento economia criativa

Resultados do 1º Mapeamento Economia Criativa – Cuesta Paulista serão apresentados em evento online no dia 13 de agosto

No dia 13 de agosto, das 10h30 às 13h, acontece o evento Mapeamento da Economia Criativa da Cuesta Paulista – Resultados e Oportunidades , promovido pelo Instituto Jatobás para apresentar os resultados do 1º Mapeamento Economia Criativa – Cuesta Paulista. 

Realizado pelo Instituto Jatobás e correalizado pela Giallo Marketing e Instituto Locomotiva e com apoio do Polo Cuesta e Sebrae SP, o 1º Mapeamento Economia Criativa – Cuesta Paulista coletou respostas no período de 04 a 25 de abril 2021.

O estudo teve como objetivo primário o mapeamento, compreensão das potencialidades, identificação de oportunidades e fomento do trabalho de artistas, produtores e empreendedores da Cuesta Paulista, em toda a cadeia da Economia Criativa. Como objetivo secundário, o estudo busca fundamentar um Plano de Desenvolvimento e Fortalecimento Econômico Regional. 

“Neste evento iremos compreender melhor a dinâmica e o potencial desse setor produtivo, os pontos a serem desenvolvidos, as oportunidades e os desafios. O estudo servirá de base para todos nós, trazendo informações importantes sobre a cadeia produtiva – artística, cultural e criativa – visando o fomento da cadeia, a promoção da organização em rede para gerar conexões e oportunidades e visibilidade dos agentes que, consequentemente, potencializam a identidade cultural, o reconhecimento local e o Turismo da Cuesta Paulista”, afirma Madalena Carneiro, gestora de projetos do Instituto Jatobás.

Além dos resultados, o encontro contará com a palestra de Ana Carla Fonseca, diretora da Garimpo de Soluções e referência em Economia Criativa, Cidades Criativas e Negócios Criativos, que abordará a Economia Criativa na prática em pequenos municípios, apresentando cases, inspirações e o impacto positivo que gera no desenvolvimento dessas cidades. 

O evento contará com a presença de atores fundamentais do ecossistema da Economia Criativa da região e convida empreendedores, artistas e profissionais do setor, instituições de fomento e interessados no tema para participarem online pela transmissão via YouTube. 

Para participar, inscreva-se no link https://bit.ly/economiacriativanacuesta.

 

Sebrae-SP, Polo Cuesta e Instituto Jatobás lançam programa para profissionais do turismo da Cuesta Paulista

programaturismocuesta

Evento de lançamento do Programa Turismo Regional da Cuesta acontece dia 20/07 às 19h30

No dia 20 de julho (terça-feira) acontecerá o lançamento do Programa Turismo Regional da Cuesta, realizado pelo Sebrae-SP, em parceria com Polo Cuesta e Instituto Jatobás.

O evento será 100% online e gratuito e trará a especialista Martha Poggi sobre “Destinos turísticos inteligentes”, que vai apresentar exemplos de destinos turísticos inteligentes e ajudar na reflexão de como os empreendedores podem atuar na região.

Para participar os interessados precisam ter a partir de 18 anos e se inscrever no link https://bit.ly/TURISMO_reg .

 

O Programa Turismo Regional da Cuesta

O Programa Turismo Regional da Cuesta tem o objetivo de fortalecer as empresas da área na Região da Cuesta Paulista e potencializar seus diferenciais e tornar o destino turístico mais competitivo.

O programa será composto por eventos, consultorias individualizadas, capacitações e oficinas ao longo do segundo semestre para atender as cidades que fazem parte do Pólo Cuesta.

Podem se inscrever empresas das áreas de serviço de alojamento, alimentação, transportes, locação de automóveis, operadoras, atividades culturais e esportivas, organizadores e promotores de eventos e guia de turismo.

Participe do lançamento e saiba todos os detalhes.

Pesquisa vai mapear iniciativas de Economia Criativa na Cuesta Paulista

gabriel gurrola UuhMZEChdc unsplash

Pesquisa vai mapear iniciativas de Economia Criativa na Cuesta Paulista
Podem participar artistas, produtores, arte-educadores, empreendedores criativos e demais profissionais e empresas da cadeia produtiva da arte e da cultura. O objetivo é gerar informações para a melhor compreensão das potencialidades regional.

Por Sergio Santa Rosa

No período de 04 a 21 de abril, acontece o Mapeamento da Economia Criativa – Cuesta Paulista, uma pesquisa que tem o objetivo de mapear, compreender as potencialidades, identificar oportunidades e fomentar, a partir da sua divulgação e outras ações, o trabalho de artistas, produtores e empreendedores da Cuesta Paulista, em toda a cadeia da Economia Criativa. O estudo também tem o objetivo de fundamentar um Plano de Desenvolvimento e Fortalecimento Econômico Regional. Diversas Prefeituras, o Sebrae e o Pólo Cuesta são apoiadores da iniciativa.

Por Economia Criativa entendem-se os trabalhos baseados no capital intelectual e cultural e na criatividade que gera valor econômico, dentre eles: artesanato, folclore, serviços culturais em geral, museologia, produção cultural, patrimônio, serviços educacionais em arte e cultura, criação e produção musical, produção audiovisual, artes cênicas, produção editorial, artes visuais, arquitetura, design gráfico, publicidade, marketing e moda.

A pesquisa será aplicada nos municípios de Anhembi, Areiópolis, Avaré, Barra Bonita, Bauru, Bofete, Botucatu, Conchas, Itatinga, Lençóis Paulista, Pardinho, Paranapanema, Pratânia, São Manuel, Torre da Pedra, entre outros.

O Mapeamento da Economia Criativa – Custa Paulista é uma realização do Instituto Jatobás, Organização da Sociedade Civil sem fins lucrativos, que atua no município de Pardinho desde 2005, promovendo ações para o desenvolvimento sustentável local e tendo a cultura e o empreendedorismo como eixos estratégicos de investimento. Em 2008, o Instituto entregou a Pardinho, o Centro Max Feffer Cultura & Sustentabilidade (CMFCS) que hoje é certificado como Ponto de Cultura e um dos principais equipamentos culturais da região.

Em 2020, o Instituto Jatobás deu início ao seu plano de expansão e, a partir da sua experiência e conhecimento do potencial da região, passará a atuar em prol do desenvolvimento socioeconômico de toda a Cuesta Paulista. “Trata-se de uma região com uma veia artística e cultural muito grande e por isso, com potencial e diversidade para a Economia Criativa. E é preciso entender e pensar essas atividades como profissões que formam uma cadeia produtiva. Daí a importância de conhecer a dinâmica de atuação desses profissionais e empreendedores culturais e criativos para viabilizar a criação de um plano estratégico que contribua para potencializar a geração de trabalho e renda e promover o desenvolvimento socioeconômico regional”, explica Regiane Oliveira, Diretora do Instituto Jatobás.

A pesquisa, que tem como correalização a Giallo Marketing, Cultura, Atitude+, o Instituto Locomotiva e o SEBRAE/SP, terá como instrumento um questionário e poderá ser respondido por pessoas físicas maiores de 18 anos e empresas, com fins lucrativos, localizadas nos municípios da Cuesta Paulista e atuantes nas seguintes atividades:

CULTURA
• Expressões Culturais: artesanato, folclore
• Patrimônio e Artes: serviços culturais em geral, museologia, produção cultural, patrimônio material e imaterial, serviços educacionais em arte e cultura
• Música: criação e interpretação musical, gravação, edição, mixagem de som, serviços educacionais em música
• Artes Visuais: fotografia, escultura, pintura, ilustrações, grafitti, serviços educacionais em artes visuais
• Artes Cênicas: criação, atuação, produção, direção de espetáculos de teatro, circo, dança, serviços educacionais em artes cênicas
• Agente da cadeia produtiva – arte e cultura: iluminação, cenografia, montagem e desmontagem, acessibilidade, transporte especializado, salvaguarda de patrimônio material e imaterial, outros.

MÍDIA
• Editorial: edição de livros, jornais, revistas, conteúdo digital
• Games: desenvolvimento de jogos eletrônicos
• Audiovisual: criação, desenvolvimento de conteúdo, distribuição, programação e transmissão

CONSUMO
• Arquitetura: design e projetos (edificações, cenografia, expografia), planejamento e conservação, paisagismo
• Design: gráfico, multiídia e móveis
• Moda: desenho de roupas, acessórios e calçados, modelistas
• Publicidade e Marketing: atividades de publicidade, marketing, organização de eventos, pesquisa de mercado

Ao final do processo, os resultados do Mapeamento serão apresentados aos governos locais, parceiros e todos os que responderam a pesquisa, num evento com data e local a serem definido. O Instituto Jatobás oferecerá também aos participantes da pesquisa, dois cursos gratuitos de capacitação: um em Elaboração de Projetos e o outro em Comunicação e Marketing.

Segundo Luanda Bonadio, diretora da Giallo – consultoria criativa especializada em marketing e cultura- o Mapeamento da Economia Criativa – Custa Paulista é inspirado em ações realizadas em outras regiões do Estado de São Paulo, como o Vale do Ribeira e a Serra da Mantiqueira e tem sido um tema discutido nas secretarias estaduais de Cultura e Economia Criativa, Desenvolvimento Econômico e Turismo. “Investir no diagnóstico e no desenvolvimento de estudos para gerar informação e aprofundamento das características regionais, nos permitirá conectar potencialidades, desenvolver uma estratégica conjunta que permita fomentar e gerar transformações positivas para toda a região”.

Para mais informações, acesse: www.institutojatobas.org.br/mapeamentocuesta

Skip to content